Inscrições fechadas

Brasil Ride

Mais que uma prova... Uma etapa em sua vida!

21 a 27 de outubro de 2018

Faltam 29 dias Saiba Mais

Press Release

Voltar
2014-10-23

CENÁRIOS ÉPICOS E TRABALHO EM EQUIPE MARCAM O QUARTO DIA DA BRASIL RIDE 2014

Reviravolta na classificação geral da competição e passagem por belos cenários da Chapada Diamantina - Bahia - definem a superação da primeira metade da Ultramaratona de Mountain Bike

Reviravolta na classificação geral da competição e passagem por belos cenários da Chapada Diamantina – Bahia –  definem a superação da primeira metade da Ultramaratona de Mountain Bike

Os ciclistas amadores e profissionais ultrapassaram a barreira da metade da prova, em que mais de 280 quilômetros de trilhas já ficaram para trás, somando mais de 5.500 metros de subidas acumuladas!

“É a etapa com o visual mais bonito da competição”, apresentou Rafael Campos, diretor de prova da Brasil Ride a etapa de aproximadamente 85km na região de Rio de Contas, na Bahia que é privilegiada pelas suas belezas naturais, com montanhas que chegam a 1.600 metros de altitude, com vegetação exuberante e nos arredores do Pico do Barbado, o ponto mais alto do nordeste com 2.033 metros de altitude.

“Temos a chance de pedalar em áreas que normalmente os turistas não acessam. As trilhas são demais. Eu competi na África do Sul, Europa, Malásia, mas no Brasil é a competição por etapas com mais trilhas técnicas (single tracks) que já participei!”, comentou o ciclista alemão Daniel Gathof, da equipe Craft – Rocky Mountain.

O belo cenário parece que motivou os atletas a elevar o ritmo na competição. Para ter uma idéia, os primeiros ciclistas chegaram no topo da montanha para faturar o “Desafio Oakley Brasil Ride”, estabelecido no Km45 da etapa, após uma longa subida, sendo os dois últimos quilômetros super inclinados e cobertos por um “talco” de poeira, o que aumentou o desafio.

Os prêmios especiais - óculos Oakley M2 Frame - ficaram com as equipes: na categoria mista, para o casal Annabella Stropparo e Piero Pellegrini (Team Hersh Amici di Annabella) e na masculina: Tiago Ferreira e Periklis Ilias (Protek), aliás, graças a um excelente trabalho em equipe, com apenas 2 horas de prova.

“Tenho um colega de equipe diferenciado, Periklis (campeão do mundo de maratona XCM em 2012) é um bom atleta, muito forte também, bom neste tipo de corrida”, explicou o português Tiago Ferreira, que assumiu a camisa de líder após seu compatriota Luís Leão Pinto e o parceiro Mathias Lesling, abandonarem a etapa, após uma contusão do ciclista alemão. Um dado curioso é que Luís Pinto, quando corria ao lado de Tiago em 2013, também saiu da corrida nesta mesma etapa após um problema mecânico quanto vestia a camisa amarela.

“Vou vestir a camisa de líder devido a queda de um amigo… preferia chegar a líder em uma situação diferente. Já que sou líder agora, vou tentar segurá-la até o final,  que é o mais importante para nós”, completa Tiago Ferreira.

“Trabalho em equipe é tudo numa corrida por etapa como a Brasil Ride. O mais importante é respeitar um ao outro. Nós temos que falar durante a corrida e quando um sente-se mal, nós temos um sinal (mostrando o sinal de tesoura com os dedos). Isso significa que precisamos do nosso próprio tempo”, descreveu Hans Becking, da equipe Superior-Brentjens Mountain Bike Racing, que compete ao lado de Jiri Novak, que tem como mentor o 1º campeão olímpico Bart Brentjens.

“Ele (Bart) estava nervoso. Acho que ele viu um um sinal que hoje seria um bom dia. E conquistamos o segundo lugar. Nós aprendemos muito do Bart, coisas pequenas, como o que tomar, o que fazer. É muito bom ter ao lado uma experiência como a dele”, conclui Hans.

Uma das equipes brasileiras de destaque – Caloi Elite – vem justamente aproveitando o entrosamento para manter bons resultados.

“A sintonia na parceria é o que faz a diferença dentro de uma semana de competição, na constância, em evitar problemas”, acrescenta o Brasileiro Henrique Avancini. “Conversei com o Sherman para administrarmos o limite, pra ter alguma coisa ainda pros próximos três dias,” completa, que mantém a camisa de líder das “Américas”.

As brasileiras Roberta Stopa e Juliana Machado também conquistaram a camisa de líder na Cat. América.

Vale destacar o trabalho perfeito da equipe feminina Notubes / Ergon formado por Sonya Looney e Nina Baum, que venceram todas as 4 etapas da Brasil Ride 2014. A mesma sintonia é evidenciada nas categorias mistas, máster e grand máster, com quatro vitórias consecutivas.

O desafio continua. Nesta quinta-feira (23), a Ultramaratona de MTB segue com mais uma etapa longa, serão 93,58km de percurso e 2.228m de elevação acumulada, com largada e chegada em Rio de Contas.

Resultados completos no site: www.brasilride.com

Brasil Ride 2014 conta com os patrocínios: MINISTÉRIO DO ESPORTE - SUDESB/ GOVERNO DA BAHIA  - CAIXA – SHIMANO -TREK - GORGEOUS EVENTOS – THULE – OAKLEY – KAILASH

Apoios: Continental Pneus, Red Bull, JC Bikes, Café Mucuge, Prefeitura Municipal de Rio de Contas, Roma Comunicação, Penks. Mídias parceiras: Revista Bike Action, Rádio Bradesco Esportes FM, Bike Magazine Portugal, Revista Go Outside, Webventure e Bike na Mídia Assessoria de Imprensa. Supervisão: UCI (União Ciclística Internacional), CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) e FBC (Federação Baiana de Ciclismo). Realização: REC e Prefeitura Mucugë.


Imagens relacionadas


Tiago Ferreira e o Campeão Mundial XCM (2012) Periklis Ilias
Fabio Piva / Brasil Ride
baixar em alta resolução


Mateus Ferraz e Ivonne Kraft: exemplo de trabalho em equipe
Fabio Piva / Brasil Ride
baixar em alta resolução


Rio de Contas City - Bahia!
Fabio Piva / Brasil Ride
baixar em alta resolução


Fabio Piva / Brasil Ride
baixar em alta resolução


Fabio Piva / Brasil Ride
baixar em alta resolução

Bahia CAIXA
Shimano Specialized Unidas
Continental Full Gas La Maglia Mitsubishi Red Bull Solifes Thule Uvex Porto Seguro Arraial dAjuda Guaratinga Pau Brasil
Bicycling Bike Action Go Outside UCI CBC FBC Instituto Brasil Ride