Inscrições fechadas

Brasil Ride

Mais que uma prova... Uma etapa em sua vida!

21 a 27 de outubro de 2018

Faltam 30 dias Saiba Mais

Press Release

Voltar
2015-10-21

Brasil Ride é considerada a Woodstock do pedal

Principal competição de MTB das Américas traz para a Chapada Diamantina, na Bahia, o espírito de liberdade e confraternização em um cenário de beleza natural espetacular

Rio de Contas (BA) -
Para muitas pessoas envolvidas na Brasil Ride, a principal competição de MTB das Américas é o Woodstock dos bikers. Se o lendário festival da década de 1960 foi anunciado nos Estados Unidos como "três dias de paz e música", na Chapada Diamantina, na Bahia, são sete dias de paz e esporte. As semelhanças estão no clima de confraternização, nos acampamentos ao ar livre e na vontade de viver uma experiência única no pedal. Não por acaso, o slogan do evento é "mais que uma prova, uma etapa em sua vida".

Somado a essa atmosfera estão as paisagens da Chapada Diamantina. Encravada no coração do estado da Bahia, reúne variados atrativos naturais e culturais. "A vasta Mata Atlântica, campos floridos e planícies de um verde sem fim dividem a paisagem com toques de caatinga e cerrado. Imensos paredões, desfiladeiros, cânions, grutas, cavernas, rios e cachoeiras completam o cenário de rara beleza da Chapada Diamantina", descreve o site oficial da Bahia (bahia.com.br).

A riqueza histórica da região também é singular. Inicialmente habitada pelos índios Maracás, a descoberta de jazidas e minérios, a partir de 1710, quando foi encontrado ouro próximo ao Rio de Contas Pequeno, trouxe os bandeirantes e exploradores. A partir de 1844, a colonização foi impulsionada pela descoberta de diamantes nos arredores do Rio Mucugê. Com a riqueza vieram os comerciantes, colonos, jesuítas e estrangeiros que se espalharam pelas vilas. Com o esgotamento da exploração mineral, a atividade agropecuária e o artesanato se desenvolveram.

A Brasil Ride é disputada entre as cidades de Mucugê e Rio de Contas, cidades tombadas como patrimônio nacional pelo Instituto Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Para os bikers que passam uma semana na Chapada Diamantina é uma oportunidade única de conhecer um pouco da história colonial do Brasil, além de conhecer a natureza singular nessa região da Bahia, rica em diversidade de fauna e flora, com mais de 50 tipos de orquídeas, bromélias e trepadeiras, além de espécies animais raras, como o tamanduá-bandeira, tatu-canastra, porco-espinho, capivaras e inúmeros tipos de pássaros.

Para os atletas do exterior, o cenário da Chapa Diamantina é dos sonhos. "Eu nunca estive nessa parte do Brasil antes e estou animada para ver os todos os cenários, as paisagens, e aproveitar a corrida", disse atleta Nathalie Schneitter, que representou a Suíça na Olimpíada de Pequim, em 2008, assim que desembarcou na Bahia. Não por acaso, a Brasil Ride traz a reboque toda a riqueza dessa região da Bahia através do olhar de alguns dos melhores fotógrafos brasileiros, acompanhados pelo alemão Armin Küstenbrück, uma das referências mundiais da fotografia no Montain Bike.

Mucugê - Os primeiros diamantes da Chapada Diamantina foram descoberto em Mucugê, em 1844. Uma de suas atrações mais interessantes é o único cemitério de estilo bizantino do Brasil, composto por jazidas em forma de igreja, pintadas de branco, em estilo arquitetônico neogótico. Construída nas margens da Serra do Sincorá, é rodeada por montanhas, o que faz a temperatura média na cidade girar em torno de 19˚C. No Parque Municipal de Mucugê está localizado o Parque Sempre-Viva, projeto bem-sucedido de educação e preservação ambiental, além do Museu Vivo do Garimpo.

Rio de Contas - Cidade mais antiga da Chapada Diamantina, Rio de Contas possui um dos três conjuntos arquitetônicos coloniais mais importantes da Bahia. O município já foi rota do ouro, através da Estrada Real, e reúne os picos mais altos do Nordeste: o do Barbado - com mais de dois mil metros de altitude -, do Itobira e das Almas. Na cultura, o destaque é o tradicional carnaval de máscaras, que une a folia da principal festa popular do país à preservação da identidade local. A cidade também foi cenário do filme Abril Despedaçado (2001), do cineasta brasileiro Walter Salles.

Brasil Ride na TV - O canal Esporte Interativo terá programas diários com a cobertura da Brasil Ride. Confira a grade de horários: Quarta (21/10) - 16h. Quinta (22/10) - 15h30. Sexta (23/10) - 15h. Sábado (24/10) - 14h. Domingo (25/10) - 10h30. Lembrando que para os estados que não adotam o Horário de Verão é preciso descontar uma hora desta grade.
Se você não tiver o Esporte Interativo na sua operadora ou parabólica veja os programas pelo site do canal, www.eiplus.com.br.

Vídeos diários - Diariamente a Brasil Ride está disponibilizando vídeos no facebook e no seu canal do youtube e por wetransfer. Além disso, está sendo disponibilizado também programa diário de 10 minutos. Assista e compartilhe:
Dia 1 - https://www.youtube.com/watch?v=OJB7qMKYRVE&feature=youtu.be
ou baixe pelo wetransfer : http://we.tl/lKcQ2knZU3

Dia 2 - https://youtu.be/DDZLjdHUmFk
ou baixe pelo wetransfer : http://we.tl/y0pOoMuIlq

Dia 3 - https://youtu.be/-Qa1BrwE9kc
ou baixe pelo wetransfer : http://we.tl/sBM9OqJG2K

Programas - 10 minutos

Programa 1 - https://youtu.be/4hoxUh3Swgo
ou baixe pelo wetransfer : http://we.tl/wo3iu9w1V0

Programa 2 - baixe pelo wetransfer : http://we.tl/VSBEXXqDnH

Programa 3 - baixe pelo wetransfer : http://we.tl/34Yuf91sGU

Imagens diárias, via satélite, disponíveis para as tvs - A sexta edição da principal ultramaratona de MTB das Américas promete ultrapassar fronteiras. Diariamente, as equipes produtoras de vídeo da Brasil Ride terão suas imagens disponibilizadas em uma sintônia de Uplink. Sempre entre 9h e 9h45 (horário de Brasília), até o dia 25 de outubro, cerca de 20 minutos das melhores imagens do dia anterior e mais entrevistas estarão disponíveis no endereço:
Satélite: NSS806
Transponder : 312.5E
Recepção: 3869-R
Sylbom Rate : 7200
Fec: 3/4
Modulação : DVB-S2 / 8PSK


Atenção : O crédito das imagens é obrigatórios para a Produtora Célula (Ricardo Quintela, Tony Tiger e Gabriel Tarso) e os profissionais Marcelo Machado, Cassio Zerbinato e Gabriel Coimbra.

Sobre a Brasil Ride - A sexta edição da Brasil Ride reunirá 500 atletas de 23 países e 18 estados brasileiros e o Distrito Federal entre os dias 17 e 24 de outubro, na Chapada Diamantina, na Bahia. Após ter classificação S2 em 2014, neste ano a prova será S1, ou seja, ofertará aos campeões das elites 120 pontos nos rankings das UCI (União Ciclística Internacional). Pontos preciosos para os brasileiros na busca por vaga na Olimpíada Rio 2016. Além da premiação em produtos por etapas, a edição terá recorde em premiação em dinheiro da modalidade no País, com cerca de R$ 70 mil em prêmios gerais e por etapas.

Etapas da Brasil Ride 2015

5ª Etapa: 22 de outubro - 7h
94,7 km em Rio de Contas
Detalhe: 1.881m acumulados de ascensão

6ª Etapa: 23 de outubro - 6h
143,4 km entre Rio de Contas e Mucugê
Detalhe: 2.854m acumulados de ascensão

7ª Etapa: 24 de outubro - 9h
72,1 km em Mucugê
Detalhe: prova final definindo-se os campeões

A Brasil Ride 2015 é uma realização da SUDESB, Bahiatursa, Governo da Bahia e Ministério do Esporte
Patrocínio: Shimano, Trek e Caixa
Co-Patrocínio: Thule, Pearl Izumi e Oakley.
Apoios: Continental Pneus, Red Bull, GU, Muc-Off, Prefeitura de Rio de Contas
Supervisão e homologação: União Ciclística Internacional (UCI), Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Federação Baiana de Ciclismo (FBC).
Organização: REC, Roma Comunicação e Prefeitura de Mucugê.

Brasil Ride: Mais que uma prova, uma etapa em sua vida.

Mais informações:
Site
: http://www.BRASILRIDE.COM
Facebook: www.facebook.com/BRASILRIDE
Twitter: @brasil_ride
Instagram: @brasilride

Gustavo Coelho / Rafal De Marco / Doro Jr. - Mtb 13209
E-mail
: gustavo@zdl.com.br
Tel: 11 32855911 / Vivo: 11 9.8783-7408

Siga a ZDL no twitter: twitter.com/ZDLcomunica
e no facebook ZDL Comunicação

Beleza da Chapada Diamantina (Armin Kuestenbrueck / Brasil Ride)
Beleza da Chapada Diamantina (Armin Kuestenbrueck / Brasil Ride)
Alta  | Web

Início da segunda etapa, saindo de Mucugê (Armin Kuestenbrueck / Brasil Ride)
Início da segunda etapa, saindo de Mucugê (Armin Kuestenbrueck / Brasil Ride)
Alta  | Web

Ciclistas no caminho de Rio de Contas (Fabio Piva / Brasil Ride)
Ciclistas no caminho de Rio de Contas (Fabio Piva / Brasil Ride)
Alta  | Web

Bela pasiagem (Fabio Piva / Brasil Ride)
Bela pasiagem (Fabio Piva / Brasil Ride)
Alta  | Web

Imensos paredões (Fabio Piva / Brasil Ride)
Imensos paredões (Fabio Piva / Brasil Ride)
Alta  | Web

Paisagem rural (Fabio Piva / Brasil Ride)
Paisagem rural (Fabio Piva / Brasil Ride)
Alta  | Web

Carro de boi no caminho das bikes (Armin Kuestenbrueck / Brasil Ride)
Carro de boi no caminho das bikes (Armin Kuestenbrueck / Brasil Ride)
Alta  | Web

Italiana Annabela na terceira etapa com Rio de Contas ao fundo (Fabio Piva / Brasil Ride)
Italiana Annabela na terceira etapa com Rio de Contas ao fundo (Fabio Piva / Brasil Ride)
Alta  | Web

Acampamento em Mucugê (Fabio Piva / Brasil Ride)
Acampamento em Mucugê (Fabio Piva / Brasil Ride)
Alta  | Web

Cemitério estilo bizantino em Mucugê (Fabio Martins / Brasil Ride)
Cemitério estilo bizantino em Mucugê (Fabio Martins / Brasil Ride)
Alta  | Web

Bahia CAIXA
Shimano Specialized Unidas
Continental Full Gas La Maglia Mitsubishi Red Bull Solifes Thule Uvex Porto Seguro Arraial dAjuda Guaratinga Pau Brasil
Bicycling Bike Action Go Outside UCI CBC FBC Instituto Brasil Ride