Inscrições abertas

Brasil Ride

Mais que uma prova... Uma etapa em sua vida!

21 a 27 de outubro de 2018

Faltam 272 dias Inscreva-se Saiba Mais

Press Release

Voltar
2014-10-13

BRASIL RIDE 2014 TEM FORTE ATUAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DO ESPORTE OLÍMPICO

Enfoque no esporte de alto rendimento é um dos pilares da Ultramaratona de Mountain Bike Brasil Ride, que acontecerá entre os dias 19 a 25 de outubro, na Chapada Diamantina - Bahia

Falta muito pouco para o início da maior competição de mountain bike das Américas que, acontecerá de 19 a 25 de outubro, cobrindo cerca de 600 quilômetros entre trilhas e caminhos históricos da região da Chapada Diamantina (BA). A 5ª edição da Brasil Ride, sempre carregando o lema de ser “Mais do que uma competição, uma etapa da vida”, tem uma missão especial neste ano, colaborar com o desenvolvimento dos atletas rumo aos Jogos Olímpicos Rio 2016.

“O evento Brasil Ride é nossa vitrine. Brasil Ride é realmente nosso celeiro de desenvolvimento esportivo. O evento tem trazido cada vez mais atletas da elite mundial e acredito que essa combinação de alto nível técnico dessa prova, com o tanto que o Brasil e a Chapada Diamantina são especiais, é um formato que só tende a crescer, pois é o que a gente tem de melhor para preparar o atletas e dar a oportunidade dos ciclistas brasileiros competir com os atletas da elite internacional e com isso elevar o nível em preparação para a Olimpíada”, comentou Andréa Marcellini, competidora na Brasil Ride 2013 e coordenadora na UCI (União Internacional Ciclística).

A competição Brasil Ride 2014 oferece aos atletas a oportunidade de conquistarpontos no ranking internacional da UCI (União Ciclística Internacional), como acontece desde 2013, favorecendo os atletas nacionais a obterem em “casa” a pontuação necessária para conquista de vagas por nação nos Jogos Rio 2016!

“A convivência com atletas internacionais dentro de nosso país é muito benéfica e diferente da experiência de ir competir no exterior. Correndo em casa os atletas ficam mais confiantes e assim conseguem ter um desempenho melhor. Diria que iguala um pouco as coisas. O Brasil Ride é hoje a principal competição no Brasil neste sentido. É uma oportunidade de competir com atletas renomados em nosso país. Estamos em pleno ciclo olímpico e absorver técnicas, táticas e vivência de competição ao lado de atletas de alto nível,” comenta o ciclsita Henrique Avancini, campeão da Brasil Ride 2013 e melhor atleta da história no MTB classificado no ranking mundial (19º lugar).

"Brasil Ride veio para elevar o MTB brasileiro e internacional, a prova serve não só para obter o intercâmbio entre os extrangeiros, mas também como um grande aprendizado na carreira de cada participante. Para mim este processo foi fundamental, pois pude realmente saber o meu limite a nível corporal e psicológico. Os atletas internacionais elevam muito o nível da prova e, nós brasileiros, sabemos que esse nível lá fora é maior, então essa oportunidade de estar próximo e poder brigar pela vitória com os extrangeiros torna não só o Brasil Ride maior, mas também a valorização de todos” - Márcio Ravelli, ciclista olímpico representante brasileiro nos Jogos Atlanta 96.

A competição reúne os principais ciclistas do país e exterior, incluindo os campeões nacionais na modalidade mountain bike cross country olímpico (XCO), os mineiros Isabella Lacerda e Frederico Mariano. 

“Vai ser a minha primeira participação na Brasil Ride e acredito que irei vivenciar muitas coisas produtivas em minha carreira de atleta profissional. Como o Brasil Ride hoje é uma grande alavanca positiva para a evolução do mountain bike, acredito que irei evoluir em muitos quesitos, pois além de somar pontos na UCI, irei ter uma bagagem de experiência e conhecimentos competindo ao lado de grandes atletas internacionais! Com a vinda desses atletas, iremos evoluir bastante, com certeza iremos aumentar muito nossa confiança pois iremos familiarizar com esses atletas e conhecer os seus pontos fracos e fortes!” – pontua Frederico Mariano, Campeão Brasileiro de Cross Country Olímpico 2014.

A Brasil Ride também favorece a evolução técnica dos ciclistas:

"Na Brasil Ride o aprimoramento e a evolução de um atleta acontece de várias formas. Durante a prova se treina a parte de resistência nas longas e exigentes etapas. A parte explosiva de um atleta de XC também entra em ação, principalmente no primeiro e terceiro dia de prova. Na competição também temos um ganho e aprimoramento na parte de recuperação. Durante os sete dias precisamos recuperar o quanto antes e melhor para o próximo desafio. Por se tratar de uma ultramaratona, a parte técnica de pilotagem - ao contrário do que muitos pensam - é um dos conceitos com grande exigência dentro da competição e com certeza onde os atletas amadores conseguem uma evolução notória. Além desses conceitos, são sete dias respirando MTB, com novas experiências e aprendizados a cada etapa" -Sherman Trezza de Paiva, Campeão da Brasil Ride 2013.

A realização do evento Brasil Ride desde 2010 também vem proporcionando o surgimento de novos talentos no ciclismo, como é o caso de Alexandre Sousa, de 27 anos, natural do Vale do Capão (BA), que pedala há 5 anos, justamente após receber o convite para participar da Ultramaratona de MTB, com largada em Mucugê.

“O mountain bike está crescendo muito. A bike está uma febre atualmente na região. As pessoas olham para gente treinando todo dia, aquele grupo de ciclista uniformizado, subindo e descendo as ruas, além de estarmos conquistando de bons resultados e pódios pelo Estado, assim acredito que estamos incentivando outras pessoas a pedalar”, conta Alexandre que na sua primeira participação competiu com uma bicicleta emprestada e hoje é considerado o melhor atleta do Estado da Bahia na modalidade cross country olímpico na categoria Elite.

“Antes (2010) só eu pedalava, aí incentivei o Anilton Rocha (parceiro da equipe Tia Sônia / Café Mucugê) e hoje deve ter uns 20 ciclistas no Vale do Capão com bom nível e alguns já chegaram a competir, mas a falta de recursos sempre dificulta. Em Mucugê o volume de ciclistas é cada vez maior, tem um grupo com cerca de 60 ciclistas e até grupo só de mulheres. Está uma onda de todo mundo comprar bike nova, tem uma pessoa que inclusive vive de trazer bikes e peças de Vitória da Conquista para vender em Mucugê”, conta Sousa, que durante a realização da competição aproveita a presença dos extrangeiros para absorver o máximo de conhecimento para continuar a evoluir. 

“Vamos marcar os extrangeiros de perto para aprender o que eles fazem. Desde que estamos competindo na Brasil Ride, o nível elevado dos extrangeiros fez com que a gente se prepare melhor, como a suplementação”, acrescenta Alexandre que é presença constante no pelotão dos top 10 da Brasil Ride.

A verdade é que durante os 7 dias de pedal na Chapada Diamantina-BA, o evento Brasil Ride oferece uma formação integral válida para toda carreira do ciclista:
“O Brasil Ride, mesmo não sendo uma prova de Cross Country Olímpico (com exceção da etapa do 3º dia), é uma prova de altíssimo nível, tanto em termos físicos, técnicos e até psicológicos. Para qualquer atleta que participe de uma prova dessa e principalmente que a complete, é indiscutível o aprimoramento do seu nível em todos os sentidos como ciclista”, avaliou Ricardo Pschedit, tricampeão brasileiro de MTB XCO, natural de São Bento do Sul (SC).

“A cada ano que passa, a competição aumenta em número de atletas, mas não só isso, a prova esta se tornando cada vez mais dura pelo nível dos atletas que estão disputando, cada vez mais atletas de nível mundial, como campeões mundiais e até olímpicos estão desembarcando em solo brasileiro para essa disputa, é inegavél que com atletas assim a mídia também se torne mais interessada no evento e a divulgação para a grande massa fique mais favorável, como atletas, temos o privilégio de estar perto e competir com referências do esporte e sempre aprender algo a mais” acrescenta o ciclista catarinense.

“É um orgulho poder contribuir na conquista por mais vagas para os atletas nacionais nos jogos do olímpicos do Rio, além de fomentar o desenvolvimento do esporte olímpico”, acrescenta Mário Roma. 

O maior desafio de bicicleta de montanha da América Latina – BRASIL RIDE 2014 – acontecerá de 19 a 25 de outubro, cobrindo cerca de 600 quilômetros entre trilhas e caminhos históricos da região da Chapada Diamantina, na Bahia, reunindo competidores profissionais e amadores, oriundos de 20 países e mais de 20 estados brasileiros, para uma experiência única no coração do país, com 7 dias de muito pedal, autoconhecimento e contato com a natureza.

Tenha sempre todas as informações sobre a Brasil Ride na palma das suas mãos - Baixe agora o aplicativo para seu cellular iPhone ou Android. Acesse: www.brasilride.com

Atendimento à imprensa:
Andre Piva
+ 55 (11) 982 420 488
press@brasilride.com

Sudesb Bahia Caixa Governo
Shimano Trek Unidas
Continental La Maglia Red Bull Thule Porto Seguro Porto Seguro Convention Bureau Arraial dAjuda Guaratinga Pau Brasil
Bicycling Bike Action Bike Magazine Go Outside Swiss Epic YAKRU UCI CBC FBC Instituto Brasil Ride